Acompanhe

Blog
Brasil Imperdível Acompanhe um país imperdível

Compartilhe

  • Orlando Valle

    A população pagará por uma arena que não tem a mínima possibilidade de ser auto-sustentável, numa cidade como Salvador, com uma renda per capital total ridícula, que precisaria ter um fluxo dez vezes maior de turistas durante todo o ano para se pagar o investimento e a manutenção caríssima.
    Isso quer dizer que pagaremos caro, muito caro pela incompetência geral dos governantes, que a reboque dos interesses da construção civil, leva uma população inteira da Bahia, a pagar por mais de três décadas, por um estádio que se realmente beneficiasse, seria para a região metropolitana, uma vez, que só temos um time da capital na primeira divisão da série A. Isso sem falar da Vila Olímpica, das piscinas e do Balbininho, varridos pela mentalidade bostética de todos os que conceberam o projeto e dos que o aprovaram e apoiaram.
    Acorda Triste Bahia!